Os benefícios dos Florais de Minas

Trabalho acadêmico apresentado em junho de 2020 na faculdade Unyleya, para a professora Daniela Martins, obtendo a nota máxima da atividade. Artigo opinativo apresentando os florais de minas e os benefícios dos florais. Segue trabalho apresentado, na íntegra, abaixo:

INTRODUÇÃO

A origem dos florais se deu com o médico Dr. Edward Bach, um inglês homeopata e bacteriologista de 1930. Em 1919 trabalhava com homeopatia, no hospital Homeopático de Londres por mais de 10 anos, onde pode desenvolver suas próprias ideias sobre homeopatia, e recebeu forte influência dos pensamentos de Hahnemann, o pai da homeopatia. 

Dr. Bach tornou-se um médico respeitado em toda Europa, porém ao viver um grave problema de ordem pessoal, abandonou suas atividades e partiu para campo, em busca de uma forma terapêutica mais original. Após 7 anos de pesquisa, descobriu 38 remédios florais e os organizou em 7 grupos de emoções negativas que um ser humano costuma sentir, afim de aumentar a assertividade e facilitar a posologia adequada as questões do paciente perante as enfermidades apresentadas.

Os florais promovem a autocura, através do equilíbrio das emoções. São como gotas de luz a guiar nossa alma, mente e corpo ao encontro da harmonia. Segundo as palavras do criador da terapia de florais Dr. Edward Bach:

“A ação desses remédios consiste em elevar nossas vibrações e abrir nossos canais para a recepção do Eu Espiritual; em inundar nossa natureza com a virtude particular de que precisamos, e em expurgar de nós o erro que causa o mal. Elas são capazes, como uma música bonita ou qualquer outra coisa gloriosa, que nos eleva e inspira, de alçar nossa própria natureza, de aproximar-nos de nossa alma e, por esse mesmo ato, de dar-nos paz e aliviar nossos sofrimentos. Elas não curam, atacando a moléstia, mas inundando-nos o corpo com as formosas vibrações da nossa Natureza Superior, na presença das quais a moléstia se derrete, qual neve ao calor do sol”.
 Scheffer, Mechtild. Terapia Floral do Dr. Bach, p. 13

Seu trabalho abriu portas, e inspirou outros profissionais pelo mundo a buscar a cura na natureza para as enfermidades. Aqui no Brasil até o momento, temos os Florais de Minas, Florais de Saint Germain, Florais da Amazônia, Florais do Sul, Florais de Joel Aleixo, dentre outros. Nesse artigo iremos aprofundar mais sobre os Florais de Minas.

CONHECENDO OS FLORAIS DE MINAS

O floral de minas foi fundado no ano de 1989 pelo Dr. Breno Marques da Silva e por Ednamara Batista Vasconcelos e Marques, com a finalidade de consolidar e divulgar suas pesquisas em Terapia Floral. A busca se realizou no quadrilátero ferrífero de Minas Gerais, onde encontraram flores com diversas propriedades benéficas e através de estudos e pesquisas criou-se a terapia de florais de minas. Dr Breno Marques é graduado em metalurgia com mestrado e doutorado em ciências. Ednamara é pedagoga e psicopedagoga com profundo interesse em estudos oculistas. A principal fonte de inspiração do Dr. Breno foi o Dr Edward Bach. Ao conhecer mais a fundo sua obra, sentiu-se estimulado a aprimorar sua moral e espírito, buscando experiências místicas mais profundas de modo a encontrar na natureza algo que possa ajudar a humanidade.

Segundo o professor Rodrigo Campos, do instituto de florais de minas, os florais preparados no Brasil, possuem uma bioquímica mais próxima a nossa. Todos os florais possuem a capacidade de tratar sutilmente e energeticamente as moléstias que ocorrem com o paciente. No entanto, usar os florais do local de onde nascemos, é mais apropriado pois nosso corpo já está habituado a aquele ecossistema. Ele ainda completa que não são apenas florais de Minas Gerais, mas sim da América Latina. O nome, Florais de Minas, foi escolhido em homenagem ao Estado, e a cidade de Itaúna foi escolhida para ser sede do instituto devido a sua riqueza na fauna e flora. Através de uma analogia ele explica que as essências florais são como “mensageiros químicos” armazenados nas flores e esses insumo são capazes remanejar, aprimorar e elevar o trabalho de nossos neurotransmissores e neuroreceptores, isso falando do ponto de vista neuroquímico. Sem comentar a questão energética contida nas essências florais, que é enorme. 

A função do terapeuta floral é procurar recursos contidos na natureza, afim de remanejar, aprimorar e resgatar a ternura, saúde e bem estar do individuo que ali nos procura, se utilizando dos recursos naturais encontrados, sabendo que as flores possuem insumos capazes de colaborar com a nossa saúde emocional, mental e consequentemente física.

FORMAS DE UTILIZAÇÃO

Os Florais de Minas estão disponíveis para o público da seguinte forma: as tradicionais Essências Florais (na forma de solução-estoque); os Fi-Florais e Fi-Essências (associações de essências florais e cocções florais, prontas para uso oral), que são formulações florais compostas com finalidades específicas e ligadas ao equilíbrio comportamental e energético.

Podemos estruturar os produtos de linha básica através de suas ações curativas. Todos os três tipos de apresentação de florais agem no nível vibracional, em um campo hiper sutil, apresentando algumas pequenas diferenças. 

As Essências Florais, agem no nível vibracional  e possuem o foco de atuação na alma (corpo espiritual) e na psique (corpo mental e emocional). Ressona em todos os corpos do indivíduo. Sua composição é de essências florais puras; 

As Fi-Essências agem no nível vibracional e também no etérico comportamental. Seu foco de atuação é na psique (corpo mental e emocional). E ressoa em todos os corpos do indivíduo, porém com ênfase comportamental. Sua composição é de  essências florais mais cocções florais. 

As Fi-Florais agem no nível vibracional, etérico comportamental e etérico orgânico-sistêmico. Seu foco de atuação está no corpo etérico e sistemas orgânicos. Ressona em todo o corpo físico, mas alguns deles produzem repercussões especiais no corpo etérico-comportamental. Possuem ainda ressonâncias especiais com ênfase no corpo etérico-comportamental para alguns dos produtos (Serenium, Victris-H, Victris-M, etc). Sua composição é de essências florais mais cocções florais.

Em se tratando de apresentação dos produtos temos: a Ambis-Flora, Argila Medicinal, Essenciais musicais, Fi-essencias, Fi-florais, Florais Cromáticos, Florais para Pet, Gel de Flores, Incensos, Óleos florais pra chakras e Spray florais.

O sistema de florais de minas possuem 108 tipos de flores cadastradas. Onde cada uma possui uma propriedade curativa e características específicas para os diversos perfis psicológicos e problemas emocionais.

CONCLUSÃO

A nova era traz um homem muito voltado para o autoconhecimento e, assim, à procura do tratamento mais sutil. O profissional do futuro está cada vez mais interessado em tratar as moléstia do ser humano não apenas no âmbito físico, cuidando apenas dos sintomas apresentados quando a doença já estiver instalada. Mas irá cuidar da sua psique, no campo sutil, onde de fato se obtém a origem das enfermidades. 

É possível observar a crescente conscientização das pessoas e dos profissionais da área de saúde, na busca pelo tratamento do paciente como um todo e não apenas de sua doença. Os florais são como gotas de luz disponibilizadas pelo Criador pra um futuro onde alma, corpo e mente vivem em harmonia e equilíbrio.

O principal papel dos florais é de equilibrar nossas emoções, usando a parte sutil das flores silvestres. Não existindo contra indicações ou risco de superdosagem. É um tratamento seguro e eficaz, que proporciona o reequilíbrio energético e emocional, para termos melhores condições de uma vida feliz.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

SCHEFFER, Mechtild. Terapia Floral do Dr. Bach: Teoria e Prática, ed. Pensamento, 2008

CAMPOS, Rodrigo. Áudio Estudos: Questões referentes ao Floral de Uso. Disponível em https://www.floraisdeminas.com.br/video/audio-estudos-questoes-referentes-ao-floral-de-uso-2/. Acesso em 06 jun. 2020

A INSTITUIÇÃO FLORAIS DE MINAS. Florais de Minas. Disponível em: https://loja.floraisdeminas.com.br/index.php/empresa. Acesso em 10 jun. 2020

BRANDÃO, Aloísio. Quem tem medo de Florais? Janeiro/Fevereiro 2007. Disponível em: https://www.passeidireto.com/arquivo/72406520/quem-tem-medo-de-florais. Acesso em 12 jun. 2020.

3 comentários sobre “Os benefícios dos Florais de Minas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s